Pesquisar este blog

sexta-feira, 24 de março de 2017

O nome de Jesus, dado por herança.


Havendo Deus, antigamente, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos, nestes últimos dias, pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo. O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da Majestade, nas alturas; feito tanto mais excelente do que os anjos, quanto HERDOU MAIS EXCELENTE NOME do que eles. Porque a qual dos anjos disse jamais: Tu és meu Filho, hoje te gerei? E outra vez: Eu lhe serei por Pai, e ele me será por Filho? E, quando outra vez introduz no mundo o Primogênito, diz: E todos os anjos de Deus o adorem.
— Hebreus 1.1-6
Jesus herdou um mais excelente nome do que eles. Ele herdou um Nome mais grandioso do que qualquer ser angelical.
Como Filho, Ele é herdeiro de todas as coisas.
Ele é a expressão exata de Deus. Ele é o resplendor de Deus, ou, segundo diz certa tradução, Ele brilha com o brilho do Pai.
Ele é Deus que nos fala.
E Ele herdou mais excelente nome.

Quando o herdou?
Não herdou coisa alguma no céu (antes de vir para esta terra), porque Eleja possuía tudo.
Não o herdou quando veio para a terra, porque a Epístola aos Filipenses diz que Ele Se esvaziou de toda a honra e de toda a glória.
Quando Ele herdou o Seu Nome? Há um indício nos versículos seguintes:
HEBREUS 1.4,5
4 Feito tanto mais excelente do que os anjos, quanto herdou mais excelente nome do que eles.
5 Porque a qual dos anjos disse jamais: Tu és meu Filho, hoje te gerei?...
Estes versículos nos contam quando Ele herdou este Nome mais excelente. Foi quando Deus Lhe disse: Tu és meu Filho, HOJE te gerei. Neste dia! Foi então que aconteceu - no dia em que Ele foi gerado.
Quando Jesus foi gerado?
A maioria das pessoas pensam que Ele foi gerado quando entrou no mundo como o Menino de Belém.
Não! Oh! não! Gerado significa nascido. O Filho de Deus não nasceu quando tomou sobre Si a carne humana. Ele preexistia com o Pai. Simplesmente assumiu um corpo.
HEBREUS 10.5
5 Pelo que, entrando no mundo, diz: Sacrifício e oferta não
quiseste, antes corpo me preparaste.
Não nasceu quando veio para o mundo; sempre preexistia com o Pai (minhas observações estão em colchetes na Escritura seguinte).
JOÃO 1.1,14
1 No princípio, era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o
Verbo era Deus.
14 E o Verbo [que já existia, e não precisava de ser gerado, ou
de nascer] se fez carne e habitou entre nós...

Não, Tu és meu Filho, hoje te gerei, não está falando acerca do dia em que Ele tomou para Si um corpo. Qual era então?
ATOS 13.32,33
32... Deus a cumpriu a nós, seus filhos, RESSUSCITANDO A JESUS,
33 Como também está escrito no Salmo segundo: MEU FILHO ÉS TU; HOJE TE GEREI.
Quando foi, então, que Jesus foi gerado? Quando Ele foi ressuscitado! Naquela manhã da Ressurreição!
Por que precisava de ser gerado, ou de nascer? Porque Se tornou como nós éramos: separado de Deus. Porque provou a morte espiritual por todos os homens. Seu espírito, Seu homem interior, foi para o inferno em nosso lugar.
HEBREUS 2.9
9 Vemos, porém, coroado de glória e de honra aquele Jesus que fora feito um pouco menor do que os anjos, por causa da paixão da morte, para que, pela graça de Deus, provasse a morte por todos.
A morte física não removeria os nossos pecados. Provou a morte por todo homem - a morte espiritual.
Jesus é a primeira pessoa que já nasceu de novo. Por que o Seu espírito precisava nascer de novo? Porque ficou alienado de Deus. Lembra-se como Ele exclamou na cruz: "Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?"
Muitas pessoas não sabem o que a Bíblia quer dizer quando fala acerca da morte. A morte, na Bíblia, nunca significa o fim da existência. Nunca!
Vários tipos de morte são referidos na Bíblia, mas há três tipos com que precisamos nos familiarizar: (1) a morte espiritual; (2) a morte física; (3) a morte eterna (ou: a segunda morte - sendo lançada no lago que arde com fogo e enxofre).
O que é a morte espiritual? É o oposto da Vida Espiritual. Não significa o fim da existência.

Efésios 2.1 diz: E vos vivificou, ESTANDO VÓS MORTOS em ofensas e pecados - ou seja: antes de nascermos de novo. Quanto a "dar vida" nestas circunstâncias, veja Efésios 2.5.
Paulo escreveu para Timóteo e escreveu acerca de algumas pessoas que estavam mortas, ainda que vivas (1 Tm 5.6). Não queria dizer que tinham cessado de existir.
Quando falamos que um pecador está na morte espiritual, não queremos dizer que seu espírito não exista. Seu espírito existe, de fato, e existirá eternamente, porque aquela parte do homem - quer seja ele salvo, quer não - é como Deus. O homem é um espírito eterno (possui uma alma). Mas o espírito do pecador não está em comunhão com Deus, tampouco se familiariza com Ele.
Deus disse a Adão, a respeito da árvore do conhecimento do bem e do mal: Dela não comer ás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás (Gn 2.17).
Não Se referia à morte física, porque Adão não morreu naquele dia, fisicamente. Mas no momento em que comeu da árvore, realmente morreu, espiritualmente. Isso não significa que Adão cessou de existir. Significa que imediatamente ficou fora da comunhão com Deus e do relacionamento com Ele.
Adão tinha andado e falado com Deus, em comunhão com Ele, em relacionamento com Ele. Desta vez, quando Deus desceu pela viração do dia para comunicar-Se com ele e ter comunhão com ele, Adão não se podia achar em lugar algum. Deus chamou-o: Adão, onde estás? Adão respondeu: Tive medo e me escondi Por quê? Porque pecara.
O pecado separa de Deus. A morte espiritual significa a separação de Deus. No momento em que Adão pecou, ficou separado de Deus.
A morte espiritual significa mais do que a separação de Deus. A morte espiritual significa ter a natureza de Satanás.

Jesus disse aos fariseus: Vós tendes por pai ao diabo e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele foi homicida desde o princípio e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira (João 8.44) Os fariseus eram muito religiosos. Iam para a sinagoga nos sábados, oravam, pagavam seus dízimos, jejuavam e faziam muitas outras coisas excelentes e boas -mas mentiam a respeito de Cristo e o assassinaram.
Jesus disse que eram filhos do diabo - tinham as características do diabo.
Quando a pessoa nasce de novo, toma sobre si a natureza de Deus - que é Vida e paz. A natureza do diabo é ódio e
mentiras.
Jesus provou a morte - a morte espiritual - por todos os homens. O pecado é mais do que um ato físico; é um ato espiritual. Jesus Se tornou aquilo que nós éramos, a fim de que nós nos tornássemos aquilo que Ele é.
2CORÍNTIOS5.21
21 Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós,
para que, nele, fossemos feitos justiça de Deus.
Jesus Se fez pecado. Seu espírito foi separado de Deus, e Ele desceu ao inferno em nosso lugar.
Note, no seguinte texto bíblico, que Pedro, pregando no dia de Pentecostes a respeito do Senhor Jesus Cristo, disse: Não deixarás a minha alma no inferno, nem permitirás que o teu Santo veja corrupção. Encorajo você a ler a totalidade da mensagem de Pedro. Ressalta o fato de que Davi, no Salmo 16.8-10, realmente estava profetizando pelo Espírito de Deus.
ATOS 2.25-27,29-31
25 Porque dele disse Davi: Sempre via diante de mim o Senhor, porque está à minha direita, para que eu não seja comovido;

26    Por isso, se alegrou o meu coração, e a minha língua exultou; e ainda a minha carne há de repousar em esperança.
27    Pois não deixarás a minha alma no Hades, nem permitirás que o teu Santo veja a corrupção.

29  Varões irmãos, seja-me lícito dizer-vos livremente acerca do patriarca Davi que ele morreu e foi sepultado, e entre nós está até hoje a sua sepultura.
30  Sendo, pois, ele profeta e sabendo que Deus lhe havia prometido com juramento que do fruto de seus lombos, segundo a carne, levantaria o Cristo, para o assentar sobre o seu trono,
31    Nesta previsão, disse da ressurreição de Cristo, que a sua alma não foi deixada no Hades, nem a sua carne viu a corrupção.
Paulo está falando acerca da mesma coisa em Atos 13.33.
ATOS 13.33
33 Como também está escrito no Salmo segundo: Meu filho
és tu; hoje te gerei.
Fica claro que tanto Pedro quanto Paulo estão falando a respeito da mesma coisa.
Você não poderá compreender a autoridade no Nome de Jesus até compreender este fato. Lá embaixo na masmorra do sofrimento - lá nos fundos do próprio inferno - Jesus satisfez as reivindicações da Justiça para todos nós, individualmente, porque Ele morreu como nosso substituto.
Deus no céu disse: "É suficiente". Depois, O ressuscitou. Trouxe Seu espírito e alma para cima, tirando-os do inferno - ressuscitou Seu corpo da sepultura - e disse: "Tu és o meu Filho, eu HOJE te gerei".
Que dia é "hoje"? O dia em que Ele foi gerado. O dia em que Ele foi ressuscitado.


É este o dia, portanto, em que Ele herdou um Nome mais excelente!

Kenneth Haggin- Livro "O nome de Jesus"


Leia o livro, e descubra mais sobre a oração:
Compre contribuindo no link e receba esse e-book em PDF, para ler ou enviar para muitas  pessoas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário