Pular para o conteúdo principal

Visão pela fé

 “1   Pôr-me-ei na minha torre de vigia, colocar-me-ei sobre a fortaleza e vigiarei para ver o que Deus me dirá e que resposta eu terei à minha queixa. 2   O SENHOR me respondeu e disse: Escreve a visão, grava-a sobre tábuas, para que a possa ler até quem passa correndo.  3   Porque a visão ainda está para cumprir-se no tempo determinado, mas se apressa para o fim e não falhará; se tardar, espera-o, porque, certamente, virá, não tardará. 4   Eis o soberbo! Sua alma não é reta nele; mas o justo viverá pela sua fé.”
                                                                      ( Habacuque 2.1-4)
 É necessário pararmos para fazer uma avaliação. Só podemos direcionar a nossa caminhada se soubermos onde queremos chegar. Você não pode ser uma pessoa que anda sem rumo, pois não chegará à lugar algum. O rumo a se tomar fala da visão de onde se quer chegar. Quando você vai para a cidade vizinha, vai com um alvo estabelecido, resolver algum negócio, acertar algum documento, fazer compras, ou coisas assim. Você não pode sair, sem saber aonde quer chegar. Então em sua mente você precisa de uma visão do que irá fazer.
É assim em todas as áreas das nossas vidas, seja no trabalho, na agricultura, nos negócios, na escola, na família, na igreja e principalmente no relacionamento com Deus. Nós temos que ter uma visão, a respeito de onde queremos chegar na nossa comunhão com o Senhor Jesus, senão, estaremos perdidos, sem rumo, ou parados. E parar de crescer espiritualmente é regredir. Precisamos estabelecer uma visão de vida. Estabelecer a visão é ajustar aonde se quer chegar. Através da visão, percebemos os desafios que temos diante de nós para que se cumpra a visão.
Vários textos bíblicos falam sobre visão, sempre se referindo a um acontecimento concreto e real, na maioria das vezes a visão é uma das formas com que Deus se revela ao homem nas escrituras. Deus promete dar visão como manifestação da descida do Espírito Santo:”   E acontecerá, depois, que derramarei o meu Espírito sobre toda a carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão, vossos velhos sonharão, e vossos jovens terão visões” (Jl 2.28).
É preciso você entender que Deus tem uma visão para você .
Vamos analisar a visão recebida pelo profeta Habacuque – Deus lhe deu uma visão num tempo de caos, desespero, corrupção e depravação moral e espiritual do povo. Ele recebeu de Deus uma visão que mudaria sua vida. O livro de Habacuque é uma conversa do profeta com Deus, onde o profeta se atreve a questionar a razão do sofrimento e da violência, e por que Deus estava permitindo isso acontecer. A realidade era fruto da própria idolatria e feitiçaria no meio do povo de Deus. Deus estava enviando o povo caldeu (babilônico), Nabucodonosor e seu império para corrigir o povo, o levando preso para babilônia onde viveriam cerca de setenta anos.
A visão de Habacuque transformou sua realidade
“ Tu és tão puro de olhos, que não podes ver o mal e a opressão não podes contemplar; por que, pois, toleras os que procedem perfidamente e te calas quando o perverso devora aquele que é mais justo do que ele? ” (Hc 1.3). O profeta se coloca em uma torre de vigia espiritual, a oração,  busca uma resposta, uma saída uma solução e uma visão. Pois é nos momentos de caos, que nós mais queremos uma visão para dar rumo as nossas vidas e a nossa família. Ele recebe uma visão: “O justo viverá por sua fé”, isto lhe dá entendimento e o torna capaz de enfrentar as dificuldades, sabendo da sua vitória garantida pela fé. Leiamos Habacuque 3 versos 17-19:   “Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas sejam arrebatadas do aprisco, e nos currais não haja gado, 18   todavia, eu me alegro no SENHOR, exulto no Deus da minha salvação. 19   O SENHOR Deus é a minha fortaleza, e faz os meus pés como os da corça, e me faz andar altaneiramente”. Há aqui uma declaração de fé, em forma de cântico, declarando que mesmo que existam circunstâncias difíceis, é possível viver pela fé, é possível acreditar que Deus está no controle de todas as situações . Assim vemos que o livro de Habacuque nos traz uma visão que transforma um lamento em cântico de louvor. Fé nos faz ver o invisível, estar certo das coisas que nossos olhos não podem ver, e foi essa visão do invisível que Deus deu para dirigir Habacuque.  “Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem (Hb 11.1).
A visão de Deus na sua vida, vai transformar o seu lamento em cântico de louvor. O lamento é a visão humana, o cântico de louvor é o resultado da visão de Deus para as nossas vidas. Por isso precisamos sonhar os sonhos de Deus, precisamos da visão de Deus, a fé ,  pois ela sempre transforma nossa realidade. Habacuque registrou a visão :“Escreve a visão, grava-a sobre tábuas, para que a possa ler até quem passa correndo.” A visão que lhe foi dada é que o justo viverá pela sua fé (Hc 2.2).   Eis o soberbo! Sua alma não é reta nele; mas o justo viverá pela sua fé” (Hc 2.4).

Em todas as situações, precisamos crer e ver o livramento pela fé. Estabelecer uma visão ministerial só será possível se crermos e vermos pela fé as coisas que ainda não existem, assim será também em nossas vidas. A fé a visão além do alcance, é enxergar o que de maneira alguma podemos ver naturalmente, é saber, quando tudo diz que não que os propósitos de Deus se cumprirão. A visão da fé é olhar o mar vermelho e dizer ao povo que marche, ainda quando o mar está fechado, entender que Deus fará um caminho em meio ao mar, e que nos protegerá “ ainda que” situações adversas se levantem. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trazendo a Arca da Aliança

Como trarei a mim a arca de Deus? Leonard Ravenhill(1907-1994) foi um escritor e evangelista cristão britânico que focalizava em assuntos como oração e avivamento. É mais conhecido por desafiar a igreja moderna e seu mais notável livro é “Por Que Tarda o Pleno Avivamento?” Através de seu ensino e de seus livros, Ravenhill abordou as disparidades que ele percebia entre a Igreja do Novo Testamento e a Igreja moderna e apelou para a adesão aos princípios do avivamento bíblico, transcrevo um dos capítulos do Livro “Por Que Tarda O Pleno Avivamento: “Na igreja moderna, a reunião de oração é uma espécie de Cinderela. Essa serva do Senhor é desprezada e desdenhada porque não se adorna com as pérolas do intelectualismo, nem se veste com as sedas da Filosofia; nem se acha ataviada com o diadema da Psicologia. Mas se apresenta com a roupagem simples da sinceridade e da humildade, e por isso não tem receio de se ajoelhar. O “mal” da oração é que ela não se acha necessariamente associada a grandes f…

Resgatando os valores perdidos no lar

Lucas 15.8-10
8 Ou qual é a mulher que, tendo dez dracmas, se perder uma, não acende a candeia, varre a casa e a procura diligentemente até encontrá-la?
9 E, tendo-a achado, reúne as amigas e vizinhas, dizendo: Alegrai-vos comigo, porque achei a dracma que eu tinha perdido.10 Eu vos afirmo que, de igual modo, há júbilo diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende.
A parábola (ilustração) da dracma perdida faz parte do conjunto de parábolas que Jesus contou em Lucas 15 para ilustrar o amor de Deus pelos pecadores, a parábola da ovelha perdida, do dracma perdida e do filho pródigo. Nas três parábolas, Deus busca o que estava perdido, encontra o que estava perdido e celebra com grande alegria a recuperação do que estava perdido. Uma Dracma era uma moeda. Observa-se que a mulher descrita é uma camponesa pobre, e as dez moedas de prata, "provavelmente representam a poupança da família." [2] As moedas também poderião ser o dote da mulher, vestida como um ornamento, como u…

Mantendo o fogo de Deus aceso.

1 Samuel 3.1-4
3.1 O jovem Samuel servia ao SENHOR, perante Eli. Naqueles dias, a palavra do SENHOR era mui rara; as visões não eram freqüentes.
2 Certo dia, estando deitado no lugar costumado o sacerdote Eli, cujos olhos já começavam a escurecer-se, a ponto de não poder ver,
3 e tendo-se deitado também Samuel, no templo do SENHOR, em que estava a arca, antes que a lâmpada de Deus se apagasse, 4 o SENHOR chamou o menino: Samuel, Samuel! Este respondeu: Eis-me aqui!
Existia no tabernáculo, onde se adorava a Deus, um candelabro , com sete lâmpadas que deveriam sempre estar acessas. E também havia o altar de holocaustos, onde o fogo não poderia se apagar.
· Ex 27.20“Ordenarás aos filhos de Israel que te tragam azeite puro de oliveiras, batido, para o candeeiro, para manter uma lâmpada acesa continuamente” (Êxodo 27:20). –falando do candelabro
· Lv6 .12 e 13:“O fogo que está sobre o altar arderá nele, não se apagará; mas o sacerdote acenderá lenha nele cada manhã, e sobre ele porá em ordem o h…