sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Despertamento espiritual


Ageu 1.1-15

1 No segundo ano do rei Dario, no sexto mês, no primeiro dia do mês, veio a palavra do SENHOR, por intermédio do profeta Ageu, a Zorobabel, filho de Salatiel, governador de Judá, e a Josué, filho de Jozadaque, o sumo sacerdote, dizendo:

2 Assim fala o SENHOR dos Exércitos: Este povo diz: Não veio ainda o tempo, o tempo em que a Casa do SENHOR deve ser edificada.

3 Veio, pois, a palavra do SENHOR, por intermédio do profeta Ageu, dizendo:4 Acaso, é tempo de habitardes vós em casas apaineladas, enquanto esta casa permanece em ruínas?

5 Ora, pois, assim diz o SENHOR dos Exércitos: Considerai o vosso passado.

6 Tendes semeado muito e recolhido pouco; comeis, mas não chega para fartar-vos; bebeis, mas não dá para saciar-vos; vestis-vos, mas ninguém se aquece; e o que recebe salário, recebe-o para pô-lo num saquitel furado.

7 Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Considerai o vosso passado.

8 Subi ao monte, trazei madeira e edificai a casa; dela me agradarei e serei glorificado, diz o SENHOR.9 Esperastes o muito, e eis que veio a ser pouco, e esse pouco, quando o trouxestes para casa, eu com um assopro o dissipei. Por quê? — diz o SENHOR dos Exércitos; por causa da minha casa, que permanece em ruínas, ao passo que cada um de vós corre por causa de sua própria casa.

10 Por isso, os céus sobre vós retêm o seu orvalho, e a terra, os seus frutos.

11 Fiz vir a seca sobre a terra e sobre os montes; sobre o cereal, sobre o vinho, sobre o azeite e sobre o que a terra produz, como também sobre os homens, sobre os animais e sobre todo trabalho das mãos.

12 Então, Zorobabel, filho de Salatiel, e Josué, filho de Jozadaque, o sumo sacerdote, e todo o resto do povo atenderam à voz do SENHOR, seu Deus, e às palavras do profeta Ageu, as quais o SENHOR, seu Deus, o tinha mandado dizer; e o povo temeu diante do SENHOR.

13 Então, Ageu, o enviado do SENHOR, falou ao povo, segundo a mensagem do SENHOR, dizendo: Eu sou convosco, diz o SENHOR. 14 O SENHOR despertou o espírito de Zorobabel, filho de Salatiel, governador de Judá, e o espírito de Josué, filho de Jozadaque, o sumo sacerdote, e o espírito do resto de todo o povo; eles vieram e se puseram ao trabalho na Casa do SENHOR dos Exércitos, seu Deus,15 ao vigésimo quarto dia do sexto mês.

O que é um despertamento espiritual ?

O texto que lemos é uma advertência de Deus ao seu povo . O povo de Jerusalém havia voltado da Babilônia, passaram lá 70 anos por causa dos seus pecados, e quando voltaram a sua terra, a Jerusalém encontraram a Casa de Deus, o Templo destruído, os muros derrubados e suas casas destruídas.

O que faríamos se chegássemos em nossa cidade e encontrássemos a igreja destruída e nossas casas derrubadas?

Então, no Livro de Ageu, um dos menores livros da Bíblia com apenas dois capítulos, vemos o profeta Ageu profetizando a Nação de Judá após o cativeiro.

Ageu foi um profeta para o remanescente de Judá, esses que haviam passado setenta anos no cativeiro, e que agora voltavam a sua terra.

No contexto do livro tudo estava destruído, e teriam que reconstruir tudo novamente; o templo, suas casas e os muros de Jerusalém. Entretanto, a construção foi paralisada porque o povo estava sendo oprimido pelos inimigos e haviam perdido o ânimo.

- O povo estava desacreditado.

- A fé estava esmorecida.

- Não havia coragem e força para fazerem a obra.

Então, o povo de Jerusalém começou a pensar mais em suas casas, e estavam esquecendo da casa de Deus. E por isso Deus lhes chama a atenção através de Ageu.

Então Deus levantou o profeta Ageu para profetizar um avivamento, um renovo, uma mensagem de ânimo para o povo; incitar o povo a retomar a tarefa.

Era necessário uma mudança interior, uma mudança de coração (v.9) – “por causa da minha casa, que permanece em ruínas, ao passo que cada um de vós corre por causa da sua própria casa”

V.8- Subi o monte, e trazei madeira, e edificai a casa; e dela me agradarei e eu serei glorificado, diz o Senhor.

Era necessário voltar os olhos e o coração ao Senhor, era necessário priorizar a casa e a obra de Deus, mas o coração do povo estava desanimado com a obra de Deus, e cada um começou a pensar na sua própria casa, mas o pedido de Deus era que se trouxesse a madeira e se voltasse a edificar sua casa , a dar importância as coisas de Deus.

Então Deus começou a agir, e é assim que esperamos que aconteça, trazendo um despertamento espiritual, a começar pela liderança de seu povo:

V.14- O Senhor despertou o espírito de Zorobabel, filho de Salatiel, governador de Judá, e o espírito de Josué, filho de Jozadaque, sumo sacerdote, e o espírito do resto de todo o povo, e vieram e se puseram ao trabalho na Casa do Senhor dos Exércitos, seu Deus.

Então, vemos que houve um despertar espiritual, uma mudança de coração.

Olhando para esse texto vemos os seguintes pontos:

1-O Despertamento Espiritual é necessário em nossos dias.(v.14)

O Senhor despertou o espírito de Zorobabel, filho de Salatiel, governador de Judá, e o espírito de Josué, filho de Jozadaque, sumo sacerdote, e o espírito do resto de todo o povo, e vieram e se puseram ao trabalho na Casa do Senhor dos Exércitos, seu Deus.

Num contexto de desanimo, onde o povo estava desistindo das coisas de Deus, num contexto onde cada um pensava somente em si mesmo o Senhor trouxe um despertamento, 1º em Zorobabel, o governador, 2º em Josué o sumo sacerdote ( não é o Josué substituto de Moisés) e depois em todo o povo.

Nos dias de hoje, há muitos cristãos que estão cansados espiritualmente, estão sentindo um desgaste espiritual, caíram na rotina da religiosidade, o materialismo, o secularismo, o esquecimento das bênçãos de Deus, a descrença, o esfriamento do amor, o orgulho, a separação religiosa (sectarismo) e muito mais, tem afetado muitos cristãos. ´

Enquanto eu escrevia esta mensagem ouvi numa rádio evangélica o pastor falando, que existem muitos crentes que estão há muitos anos nas igrejas que dizem que há muito tempo não sabem o que é dobrar os joelhos, enquanto vemos na índia em templos Indus, pessoas se jogando ao chão para cultuar seus deuses.

É preciso que aconteça um despertamento espiritual, um avivamento em nossos corações.

Ef. 5.14- Pelo que diz: Desperta, ó tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te iluminará”.

- A maior necessidade de nossos dias hoje é de um Avivamento do Alto.

Existe uma necessidade urgente de um avivamento na Igreja de Deus na época atual. Não somente em nossa Igreja, mas em todas as igrejas, de todas as denominações, não só no Brasil, mas no mundo.

- Nos dias de hoje encontramos muitos crentes se desligando das coisas de Deus.As coisas espirituais para eles não são mais prioridades.

- Os cultos da igreja não tem mais sabor para esses crentes.

- Orar e ler a Bíblia para esses crentes são coisas de quem não tem o que fazer.

- O prazer pessoal, o materialismo e os embaraços da vida estão em primeiro lugar para esses crentes.

- Que Deus nos acorde e nos desperte para as coisas espirituais.

Hc. 3.2- Aviva, ó Senhor, a tua obra no meio dos anos.

É desejo expresso de Deus mandar um avivamento sobre a Sua Igreja. Mas Ele quer que nós o busquemos. Por isso temos a orientação do Ap. Paulo: Ef. 5.18- E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito.

2- O despertamento Espiritual vem de Deus.

O versículo 14 que lemos fala de um despertamento produzido pelo Senhor. O Senhor despertou o espírito de Zorobabel, filho de Salatiel, governador de Judá, e o espírito de Josué, filho de Jozadaque, sumo sacerdote, e o espírito do resto de todo o povo...

V.14- E o Senhor levantou o espírito de Zorobabel- Esse despertamento espiritual não foi produzido por homens, não foi Zorobabel e Josué que resolveram se despertar para fazer a obra de Deus. Foi Deus quem colocou neles a vontade de o servir.

O despertamento espiritual ocorre quando somos passiveis ao agir de Deus, quando nos submetemos ao agir do Espírito Santo, é ele quem nos desperta, nos anima e nos dá forças para continuar e não desistir.

O despertamento espiritual não acontece simplesmente por que a igreja tem uma liturgia formatada nos moldes pentecostais ou neo- pentecostais, nem sequer acontece um despertamento por que a igreja mantem um estilo de culto formal e mais conservador. Despertamento não tem a ver com a forma externa, mas sim com o agir de Deus na vida de cada um de nós. O despertamento é quando o Espírito Santo fala aos nossos corações o que cada um de nós deve fazer.

Se Deus está falando ao seu coração o que você precisa fazer com a sua vida, qual é o seu trabalho nessa obra, se Ele está te incomodando à uma mudança de atitudes e de vida para a vontade de Deus, já está ocorrendo um despertamento espiritual em você. Pois o despertamento espiritual vem de Deus.

- Vem do alto, do Espírito Santo de Deus.

- Se Deus não avivar, ninguém pode avivar.

3- O Despertamento Espiritual é para todos.

V.14- E o resto de todo o povo.

O texto não fala que apenas Zorobabel, Josué foram despertados, mas diz que o resto do povo foi despertado.

O despertamento espiritual não foi um privilégio apenas da liderança do povo, primeiramente a liderança, mas também todo o povo foi despertado.

Assim não é só a liderança da igreja que precisa de um despertamento, mas todos nós, você também faz parte dessa obra e precisa receber o toque do Espírito Santo que transforma nossas motivações e nos leva a fazer a obra de Deus.

Isso quer dizer que o avivamento é para adultos, jovens, adolescentes e crianças.

Não é privilégio de alguns, mas para todos que o buscam.

4- O Despertamento Espiritual conduz ao trabalho.

V.14-vieram e se puseram ao trabalho na Casa do Senhor dos Exércitos, seu Deus.”

O resultado do despertamento espiritual é o trabalho feito para Deus. Nossas intenções são mudadas, em vez de buscarmos o nosso próprio bem estar, buscamos em primeiro lugar o Reino de Deus e sua justiça. A medida do nosso despertamento espiritual é demonstrada no quanto fazemos para o reino, no quanto nos esforçamos e trabalhamos pelo evangelho, o quanto estamos envolvidos com a obra de Deus e com os trabalhos da igreja, a nossa frequência, é o termômetro do nosso despertamento.

Por aí você já pode chegar a conclusão se você tem sido um crente despertado ou desanimando.

O avivamento nos desperta para fazermos alguma coisa para Deus.

- O avivamento nos dá desejo para trabalharmos para Deus.

Deus não aviva ninguém para ficar de braços cruzados, apenas assentado como mero assistente ou observador.

- O avivamento não é para produzir status espiritual.

- Ou apenas mexer com as emoções.

At.1.8- Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra.

Conclusão

Neste texto temos um verdadeiro apelo de Deus para nós:

Acaso, é tempo de habitardes vós em casas apaineladas, enquanto esta casa permanece em ruínas? V.4

Deus está perguntando é tempo de pensarmos mais em nós mesmos e abandonarmos a obra da casa de Deus?

É tempo de desanimarmos com a obra de Deus e pensarmos mais naquilo que queremos?

Vejo que é hora de votarmos os olhos à casa de Deus, à obra do Senhor, contudo para isso é necessário primeiramente que haja em nós um despertamento espiritual.

Despertamento Espiritual

1)O Despertamento Espiritual é necessário em nossos dias.(v.14)

2- O despertamento Espiritual vem de Deus.

3- O Despertamento Espiritual é para todos.

4- O Despertamento Espiritual conduz ao trabalho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário