quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Resgatando os valores perdidos no lar











Lucas 15.8-10
8 Ou qual é a mulher que, tendo dez dracmas, se perder uma, não acende a candeia, varre a casa e a procura diligentemente até encontrá-la?
9 E, tendo-a achado, reúne as amigas e vizinhas, dizendo: Alegrai-vos comigo, porque achei a dracma que eu tinha perdido.10 Eu vos afirmo que, de igual modo, há júbilo diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende.
A parábola (ilustração) da dracma perdida faz parte do conjunto de parábolas que Jesus contou em Lucas 15 para ilustrar o amor de Deus pelos pecadores, a parábola da ovelha perdida, do dracma perdida e do filho pródigo. Nas três parábolas, Deus busca o que estava perdido, encontra o que estava perdido e celebra com grande alegria a recuperação do que estava perdido. Uma Dracma era uma moeda. Observa-se que a mulher descrita é uma camponesa pobre, e as dez moedas de prata, "provavelmente representam a poupança da família." [2] As moedas também poderião ser o dote da mulher, vestida como um ornamento, como um colar[3][4] Isso explica o valor que essa dracma tinha para essa mulherexplica a urgência da busca da mulher, e a extensão da sua alegria quando a moeda que falta é encontrada.
A mulher perdeu essa dracma dentro de sua própria casa. Essa parábola além de revelar a busca de Deus pelo perdido e por aquele que se perdeu da sua vontade, também fala daquilo que foi perdido dentro de casa. De coisas que são perdidas dentro da família, no relacionamento familiar e no relacionamento com Deus. Entendemos que a dracma era algo de valor. Há muitos valores em nossas vidas, há muitas dracmas em nossas vidas, por exemplo: As dracmas em nossa vida:

• Casamento: No casamento pode-se perder, o amor, o respeito, a confiança, a unidade,...
• Os Filhos: é possível perder a amizade, o carinho, a cumplicidade, o respeito mútuo, a responsabilidade, a hierarquia familiar.
• Espiritual: É possível que se tenha perdido a intimidade com Deus busca temor, adoração, santidade.
A minha pergunta pra você hoje é: O que você perdeu dentro de casa?
Qual é o dote de valor que foi extraviado, quais são os valores que foram perdidos?

1. Resgate os valores perdidos no lar
A mulher perdeu algo de valor dentro de casa – Ela perdeu uma moeda de sua coleção. A mulher que perdeu a décima dracma não se conformou de desistir dela nem se contentou pelo fato de ter ainda em segurança as outras nove. Das dez dracmas, a mulher perdeu uma e a perdeu dentro de casa.
Mais importante do que valores são os relacionamentos. Mais precioso do que bens são as pessoas. Muitas vezes, por descuido, nós também, perdemos verdadeiros tesouros dentro de casa. Perdemos a comunicação, perdemos a alegria da comunhão, perdemos o brilho do amor com que devemos amar uns aos outros.
Não desista dos valores do lar:
Talvez no seu lar está faltando atitudes de amor
Talvez em seu lar está faltando sorrisos
Talvez em seu lar esteja faltando comunicação
Talvez em seu lar esteja faltando o respeito. Todos esses valores são achados quando passamos a viver o amor de Deus em nossas famílias.
Decida ser usado por Deus para resgatar os valores perdidos, coloque-se na posição de alguém escolhido por Deus para cuidar desta casa, desta família e mãos à obra.

VALORIZE OS PEQUENOS DETALHES: - A mulher tinha dez dracmas, perdeu uma. Antes que perdesse mais alguma parou para procurar aquela que tinha perdido e não deixou que se perdesse mais nenhuma, porque sabia que se por acomodação pensasse “tenho mais nove, que diferença faz uma a mais, uma a menos”, acabaria perdendo as outras e ficando sem nenhuma.
PENSE...A falta de um “bom Dia” ao se levantar, de um “parabéns pela boa nota” ou um “Como foi o seu dia hoje?”, de uma declaração de amor, iniciam a falta de diálogo, e um ambiente sem diálogo é um ambiente onde as coisas se perdem e ficam por isso mesmo o que pode fazer um estrago bem grande no ambiente familiar.

2.Não se conforme com os valores perdidos no lar
A mulher não se conformou com a perda – A mulher poderia ter se conformado com a perda da moeda. Afinal, ela ainda tinha nove delas guardadas em segurança. Mas, essa mulher não aceitou passivamente a perda. Ela não se conformou com a derrota. Ela não desistiu de recuperar a moeda perdida. Ela nos ensinou a não nos conformarmos com o possível fracasso, e lutarmos e vencermos .
Muitas vezes, nós somos descuidados em guardar os tesouros que temos e quando os perdemos somos vagarosos e até desanimados para procurar o que se perdeu. Nos conformamos facilmente com a derrota . Preferimos desistir do casamento, dos relacionamentos, do que lutar para recuperar o que se perdeu.
Não se conforme, vá à luta e busque os valores perdidos.



3.Os valores são achados quando há luz (Salmo 119:105)
119.105 “Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e, luz para os meus caminhos.”

A mulher acendeu a candeia para procurar o que havia perdido – As casas na Palestina não possuíam janelas. Eram ambientes escuros e ensombreados. Era impossível procurar algo perdido sem acender a candeia. Se queremos reencontrar o que perdemos dentro da nossa casa, precisamos de igual forma acender a candeia. A candeia é a luz, um símbolo da Palavra de Deus. Precisamos iluminar nossas mentes, nossos corações e nossos relacionamentos pela luz da Palavra se de fato queremos encontrar esses tesouros perdidos dentro da nossa casa.
Nenhum lar será bem sucedido em seus valores se não buscar a palavra de Deus. É na bíblia que você encontrará as orientações necessárias para dirigir a sua casa.
Salmo 127:1e2
Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela.2 Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão que penosamente granjeastes; aos seus amados ele o dá enquanto dormem.
De nada vai adiantar o seu esforço em resgatar os valores do lar, se você tomar uma séria decisão de servir a Deus e dedicar seu lar a ele. Busque, leia de Genesis até apocalipse a palavra de Deus , ouça a pregação, venha mais a igreja, reconheça que você precisa de luz, precisa de orientação e você vai descobrindo princípios básicos para se viver bem em família.
Ascenda a Candeia, deixe a palavra de Deus brilhar.
4- Os valores são achados quando os problemas são tratados
A mulher varreu a casa para procurar o que se havia perdido.
v.8 Ou qual é a mulher que, tendo dez dracmas, se perder uma, não acende a candeia, varre a casa e a procura diligentemente até encontrá-la?
- A mulher teve coragem de mexer e remover do lugar muita coisa. Ela teve iniciativa e esforço. Ela enfrentou o desconforto da desinstalação. Ela levantou muita poeira ao varrer cada canto da casa à procura do seu tesouro perdido.
Se queremos a restituição desses tesouros perdidos dentro da nossa casa, precisamos de igual forma procurá-los diligentemente. Não podemos ser omissos nem acomodados. Não podemos ter medo de mexer em algumas coisas já sedimentadas, problemas que já fazem parte comum da nossa convivência familiar. É preciso tratar sério de problemas que ainda estão atrapalhando nossas famílias. Não podemos ter medo de desconforto.
Há muitos indivíduos que desistem de procurar o que se perdeu em sua vida, em seu casamento, em sua família. Preferem encontrar justificativas para as perdas a investir tempo na busca do que se perdeu. Não devemos desistir jamais, pois o desconforto da busca não deve nos privar da alegria do encontro.
Trate com seus filhos o que está errado na vida deles.
Converse com seu cônjuge a respeito das poeiras que estão tirando o brilho no casamento, e pratique o perdão.
Trate com a família a respeito da economia no lar.
Acerte as contas;
Pague as dividas.
Resolva as preocupações
Varra ainda hoje a sua casa

5.Comemore os valores encontrados.


E, tendo-a achado, reúne as amigas e vizinhas, dizendo: Alegrai-vos comigo, porque achei a dracma que eu tinha perdido (v.9)
A mulher comemorou com grande alegria o encontro daquilo que estava perdido - A mulher perdeu a moeda no interior do lar sozinha, mas ela celebrou o encontro da dracma publicamente .
Nossas conquistas e bênçãos devem ser conhecidas e proclamadas. As outras pessoas devem conhecer nossas vitórias e participar das nossas alegrias. Há festa no céu quando um pecador se arrepende e quando o perdido é encontrado; também há alegria diante dos homens quando os tesouros que perdemos dentro da nossa casa são encontrados. É tempo de acendermos a candeia e pegarmos a vassoura. É tempo de procurarmos diligentemente aquilo que perdemos. É tempo de celebrarmos com os nossos irmãos as vitórias que vêm de Deus e a restituição das bênçãos de outrora!

Conclusão
Talvez muitos valores tenham sido perdidos na sua família.
A mulher perdeu essa dracma dentro de sua própria casa. Essa parábola além de revelar a busca de Deus pelo perdido e por aquele que se perdeu da sua vontade, também fala daquilo que foi perdido dentro de casa. De coisas que são perdidas dentro da família, no relacionamento familiar e no relacionamento com Deus. Entendemos que a dracma era algo de valor. Há muitos valores em nossas vidas, há muitas dracmas em nossas vidas, por exemplo: As dracmas em nossa vida:

• Casamento: No casamento pode-se perder, o amor, o respeito, a confiança, a unidade,...
• Os Filhos: é possível perder a amizade, o carinho, a cumplicidade, o respeito mútuo, a responsabilidade, a hierarquia familiar.
• Espiritual: É possível que se tenha perdido a intimidade com Deus busca temor, adoração, santidade.
Quem sabe em seu lar não há oração, união, culto e nem amor, mas é preciso resgatar esses valores que foram perdidos.

1-Resgate os valores perdidos no lar
2-Não se conforme com os valores perdidos no lar
3-Os valores são achados quando há luz (Salmo 119:105)
119.105 “Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e, luz para os meus caminhos.”
4- Os valores são achados quando os problemas são tratados
A mulher varreu a casa para procurar o que se havia perdido.
5-Comemore os valores encontrados.
Baseado em Hernandes Dias Lopes:

http://hernandesdiaslopes.com.br/2009/09/procure-o-que-foi-perdido-dentro-da-sua-casa/

Nenhum comentário:

Postar um comentário