Pular para o conteúdo principal

Firmados na fidelidade de Deus

Salmo 89.1-5
[Salmo didático de Etã, ezraíta] Cantarei para sempre as tuas misericórdias, ó SENHOR; os meus lábios proclamarão a todas as gerações a tua fidelidade. 2 Pois disse eu: a benignidade está fundada para sempre; a tua fidelidade, tu a confirmarás nos céus, dizendo: 3 Fiz aliança com o meu escolhido e jurei a Davi, meu servo: 4 Para sempre estabelecerei a tua posteridade e firmarei o teu trono de geração em geração. 5 Celebram os céus as tuas maravilhas, ó SENHOR, e, na assembléia dos santos, a tua fidelidade
Uma das características de Deus é a fidelidade.
O relacionamento de Deus com as pessoas crentes é caracterizado por sua lealdade, estabilidade e confiabilidade. Este é um tema recorrente na Bíblia.
O texto que lemos é parte do Salmo 89, onde o salmista Etã celebra a fidelidade de Deus, em cumprir suas promessas. Ele então cita nos vers 3 e 4, a Aliança que Deus havia estabelecido com Davi, onde no trono de Davi sempre haveria um descendente seu, até revelar-se o Senhor Jesus, descendente de Davi, que reina para sempre. O Senhor Jesus é revelado no final do Salmo , na figura do rei Davi, e as menções se encaixam perfeitamente e espiritualmente ao Senhor Jesus.Salmo 89.20-27:
20 -Encontrei Davi, meu servo; com o meu santo óleo o ungi.
21 A minha mão será firme com ele, o meu braço o fortalecerá. 22 O inimigo jamais o surpreenderá, nem o há de afligir o filho da perversidade. 23 Esmagarei diante dele os seus adversários e ferirei os que o odeiam. 24 A minha fidelidade e a minha bondade o hão de acompanhar, e em meu nome crescerá o seu poder. 25 Porei a sua mão sobre o mar e a sua direita, sobre os rios. 26 Ele me invocará, dizendo: Tu és meu pai, meu Deus e a rocha da minha salvação. 27 Fá-lo-ei, por isso, meu primogênito, o mais elevado entre os reis da terra.
Essas são referencias claras ao Senhor Jesus, principalmente o verso 27 : 27 “Fá-lo-ei, por isso, meu primogênito, o mais elevado entre os reis da terra.”
O que o salmista Etã ressalta neste texto é a fidelidade de Deus. Deus cumpre suas promessas, suas palavras. Nós não podemos duvidar disso.
Deus é fiel e cumpre a aliança que fez conosco.Deuteronômio 7.9: 9 Saberás, pois, que o SENHOR, teu Deus, é Deus, o Deus fiel, que guarda a aliança e a misericórdia até mil gerações aos que o amam e cumprem os seus mandamentos;
1 Coríntios 1.9: Fiel é Deus, pelo qual fostes chamados à comunhão de seu Filho Jesus Cristo, nosso Senhor. " 1 Tessalonicenses 5.24: Fiel é o que vos chama, o qual também o fará.
Entendemos assim, que o Deus que servimos é fiel, e podemos nos firmar com tranquilidade nesse fato.
Por que podemos estar firmados na fidelidade de Deus?
1º )Porque ela garante Libertação da tentação(1 Co 10.13)
Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar.
A tentação neste texto, pode ser entendida em dois sentidos: 1º A oportunidade de pecar e 2º As provas que diariamente enfrentamos em nossas vidas.
"As tenta­ções que vocês têm de enfrentar são as mesmas que os outros enfrentam; mas Deus cumpre a sua promessa( Deus é fiel) e não deixará que sofram tentações além das suas for­ças. Ao contrário, quando vier a tentação, Deus dará forças a vocês para suportá-la, e assim poderão sair dela" (1 Coríntios 10.13).
Então, quando as lutas chegam podemos estar firmados em uma certeza, Deus nos livrará, e não enfrentaremos qualquer tentação, ou provação acima do que podemos aguentar. O que nos garante isso? A fidelidade de Deus.
Por que podemos estar firmados na fidelidade de Deus?
2º) Porque ela nos dá a certeza da Salvação (Hebreus 10.23)
“Guardemos firme a confissão da esperança, sem vacilar, pois quem fez a promessa é fiel.”
De que promessa o autor de Hebreus está falando aqui? Da promessa da vida eterna, da salvação. O texto está dizendo, guardemos firme a confissão da esperança, sem vacilar. Não vacilaremos na confiança que temos, da salvação que nos está proposta, pois quem nos prometeu a Salvação, não mente, não falha, não muda, mas é fiel. “ pois quem fez a promessa é fiel”.
1 Jo 5.11-13: E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está no seu Filho. 12 Aquele que tem o Filho tem a vida; aquele que não tem o Filho de Deus não tem a vida. 13 Estas coisas vos escrevi, a fim de saberdes que tendes a vida eterna, a vós outros que credes em o nome do Filho de Deus.
Deus quer que saibamos que temos a vida eterna. Estes versos explicam claramente que aqueles que têm acreditado em Jesus Cristo e aceito a Ele como seu salvador pessoal têm vida eterna. Quem fez essa promessa é fiel.
Por que podemos estar firmados na fidelidade de Deus?
3º) Porque nela encontramos o perdão dos pecados( 1 Jo 1.9)
“Se confessarmos os nossos pecados ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça”
O texto bíblico nos ensina a necessidade da confissão dos pecados a Deus. Mostrando que existe uma necessidade básica para que o pecado seja perdoado- confissão. Então, sem confissão não existe perdão. Mas, a quem devemos confessar? A ELE. Pois ele é fiel e justo.
A fidelidade e a justiça de Deus, vêm de encontro a nossa confissão, e efetua em nós o perdão.
O que garante que sejamos perdoados é a fidelidade do Senhor.
Salmo 103.2 e3:
Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e não te esqueças de nem um só de seus benefícios.
3 Ele é quem perdoa todas as tuas iniqüidades; quem sara todas as tuas enfermidades;

"Se confessarmos os nossos pecados a Deus, ele cumprirá a sua promessa e fará o que é justo: perdoará os nossos pecados e nos limpará de toda maldade" (1 João 1.9).
Por que podemos estar firmados na fidelidade de Deus?
4)Porque nela temos Proteção do Maligno (2 Ts 3.3)
3 Todavia, o Senhor é fiel; ele vos confirmará e guardará do Maligno.
Quando servimos a Deus, podemos ter certeza que ele nos guardará do maligno.
Como é o mundo que vivemos. Sabemos que Deus dirige soberanamente todas as coisas, mas, devido ao pecado, satanás tem comandado o mundo que vivemos 1 João5.19 Sabemos que somos de Deus e que o mundo inteiro jaz no Maligno. (NVI)”Sabemos que somos de Deus e que o mundo todo está sob (debaixo) o poder do maligno. Então, é verdade que estamos em um mundo onde satanás tem imperado, até que Cristo tome o poder daquilo que o pertence. Então, antes de ser preso e passar pela dolorosa cruz, Jesus orou pelos seus discípulos na sua oração sacerdotal e disse:
João17.15 Não peço que os tires do mundo, e sim que os guardes do mal.
Então estamos em um mundo mal, mas o Senhor pediu que ele nos guardasse do mal desta terra, da ação do maligno. Então o Senhor é fiel e nos guaradará do Maligno.
Conclusão
O hino 32: “Tu és Fiel” expressa a confiança que devemos ter em nosso Deus, na frase que diz: “Teus filhos sabem que não falharás...”.
Sabemos que nosso pai não falhará, pois é fiel.
O texto que lemos é parte do Salmo 89, onde o salmista Etã celebra a fidelidade de Deus, em cumprir suas promessas. Deuteronômio 7.9: 9 Saberás, pois, que o SENHOR, teu Deus, é Deus, o Deus fiel, que guarda a aliança e a misericórdia até mil gerações aos que o amam e cumprem os seus mandamentos;
1 Coríntios 1.9: Fiel é Deus, pelo qual fostes chamados à comunhão de seu Filho Jesus Cristo, nosso Senhor. " 1 Tessalonicenses 5.24: Fiel é o que vos chama, o qual também o fará.
Entendemos assim, que o Deus que servimos é fiel, e podemos nos firmar com tranquilidade nesse fato:
Firmados na Fidelidade de Deus
Por que podemos estar firmados na fidelidade de Deus?
1º )Porque ela garante Libertação da tentação(1 Co 10.13)
2º) Porque ela nos dá a certeza da Salvação (Hebreus 10.23)
3º) Porque nela encontramos o perdão dos pecados( 1 Jo 1.9)
4)Porque nela temos Proteção do Maligno (2 Ts 3.3)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trazendo a Arca da Aliança

Como trarei a mim a arca de Deus? Leonard Ravenhill(1907-1994) foi um escritor e evangelista cristão britânico que focalizava em assuntos como oração e avivamento. É mais conhecido por desafiar a igreja moderna e seu mais notável livro é “Por Que Tarda o Pleno Avivamento?” Através de seu ensino e de seus livros, Ravenhill abordou as disparidades que ele percebia entre a Igreja do Novo Testamento e a Igreja moderna e apelou para a adesão aos princípios do avivamento bíblico, transcrevo um dos capítulos do Livro “Por Que Tarda O Pleno Avivamento: “Na igreja moderna, a reunião de oração é uma espécie de Cinderela. Essa serva do Senhor é desprezada e desdenhada porque não se adorna com as pérolas do intelectualismo, nem se veste com as sedas da Filosofia; nem se acha ataviada com o diadema da Psicologia. Mas se apresenta com a roupagem simples da sinceridade e da humildade, e por isso não tem receio de se ajoelhar. O “mal” da oração é que ela não se acha necessariamente associada a grandes f…

Resgatando os valores perdidos no lar

Lucas 15.8-10
8 Ou qual é a mulher que, tendo dez dracmas, se perder uma, não acende a candeia, varre a casa e a procura diligentemente até encontrá-la?
9 E, tendo-a achado, reúne as amigas e vizinhas, dizendo: Alegrai-vos comigo, porque achei a dracma que eu tinha perdido.10 Eu vos afirmo que, de igual modo, há júbilo diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende.
A parábola (ilustração) da dracma perdida faz parte do conjunto de parábolas que Jesus contou em Lucas 15 para ilustrar o amor de Deus pelos pecadores, a parábola da ovelha perdida, do dracma perdida e do filho pródigo. Nas três parábolas, Deus busca o que estava perdido, encontra o que estava perdido e celebra com grande alegria a recuperação do que estava perdido. Uma Dracma era uma moeda. Observa-se que a mulher descrita é uma camponesa pobre, e as dez moedas de prata, "provavelmente representam a poupança da família." [2] As moedas também poderião ser o dote da mulher, vestida como um ornamento, como u…

Mantendo o fogo de Deus aceso.

1 Samuel 3.1-4
3.1 O jovem Samuel servia ao SENHOR, perante Eli. Naqueles dias, a palavra do SENHOR era mui rara; as visões não eram freqüentes.
2 Certo dia, estando deitado no lugar costumado o sacerdote Eli, cujos olhos já começavam a escurecer-se, a ponto de não poder ver,
3 e tendo-se deitado também Samuel, no templo do SENHOR, em que estava a arca, antes que a lâmpada de Deus se apagasse, 4 o SENHOR chamou o menino: Samuel, Samuel! Este respondeu: Eis-me aqui!
Existia no tabernáculo, onde se adorava a Deus, um candelabro , com sete lâmpadas que deveriam sempre estar acessas. E também havia o altar de holocaustos, onde o fogo não poderia se apagar.
· Ex 27.20“Ordenarás aos filhos de Israel que te tragam azeite puro de oliveiras, batido, para o candeeiro, para manter uma lâmpada acesa continuamente” (Êxodo 27:20). –falando do candelabro
· Lv6 .12 e 13:“O fogo que está sobre o altar arderá nele, não se apagará; mas o sacerdote acenderá lenha nele cada manhã, e sobre ele porá em ordem o h…