Pular para o conteúdo principal

A plenitude do Espírito Santo (3a Parte)

Atos 2.1-4
Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar;
2 de repente, veio do céu um som, como de um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam assentados. 3 E apareceram, distribuídas entre eles, línguas, como de fogo, e pousou uma sobre cada um deles. 4 Todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem.
O texto que lemos hoje, fala da descida do Espírito Santo de Deus sobre a vida dos discípulos do Senhor, isto aconteceu dez dias depois de o Senhor Jesus haver subido aos céus. Aconteceu na festa Judaica de pentecostes, quando Jerusalém estava cheia de Judeus de todas as regiões de Israel, nesse dia, depois da vida do Espírito Santo sobre a igreja houve um acréscimo de mais de 3000 pessoas, que se converteram a Cristo e que foram batizadas.
O que destacamos no texto de hoje é que o espírito Santo não apenas desceu sobre os seguidores de Cristo cumprindo a promessa, mas ele encheu os seguidores do Senhor, v.4 nos diz: . 4 Todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem.
O propósito do Senhor Jesus, não é apenas nos dar o seu Espírito, como quando o recebemos como nosso Salvador, mas sim é nos encher do Seu Espírito: Efésios 4.10:”Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para encher todas as coisas”. Lembramos de efésios 5.18, quando o apostolo Paulo nos orienta: E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito,
O termo “Plenitude” quer dizer: cheio, completo, inteiro, perfeito.
O propósito de Deus para seus filhos é que todos sejam cheios, plenos do Espírito Santo.

Alguns passos a serem dados na busca e obtenção desta bênção:
1º passo: Um total esvaziamento (Rm 7.8 e 21-25)
Precisamos de um total esvaziamento do nosso ego e dos nossos pecados

2º passo : Um total quebrantamento
Jr 18. 6 Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? — diz o SENHOR; eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel.
Isaías 64.8: 64.8 Mas agora, ó SENHOR, tu és nosso Pai, nós somos o barro, e tu, o nosso oleiro; e todos nós, obra das tuas mãos.
3º Passo: Uma Plena submissão (Obediência)
4º passo : Uma entrega total
( Deus não aceita um homem inteiro que se entrega pela metade), precisamos ser vencidos por Deus.
5º passo: Uma firme perseverança
Lucas 24.49 Eis que envio sobre vós a promessa de meu Pai; permanecei, pois, na cidade, até que do alto sejais revestidos de poder
Antes de subir aos céus, o Senhor Jesus prometeu aos discípulos a vinda do Espírito Santo (poder), mas eles deveriam permanecer em Jerusalém até receber esse revestimento de poder que é a plenitude do Espírito Santo. Essas duas palavras permanecei e até, nos dão uma clara idéia de perseverança. Perseverar é permanecer em oração, permanecer confiando, permanecer louvando, não desistir. Até – fala da recompensa dessa perseverança.
Atos 1.14 e 15: Todos estes perseveravam unânimes em oração, com as mulheres, com Maria, mãe de Jesus, e com os irmãos dele. 15 Naqueles dias, levantou-se Pedro no meio dos irmãos (ora, compunha-se a assembléia de umas cento e vinte pessoas) e disse:
O grupo de cento e vinte pessoas perseverou em Jerusalém, ficou no Cenáculo cerca de dez dias. Quando estamos buscando uma vida cheia do Espírito Santo é necessário que perseveremos, nas orações, nos louvores, nas buscas , nas vigílias noturnas ou na madrugada.
O profeta Eliseu quis a porção dobrada do espírito de Elias ( Espírito Santo que estava sobre Elias) ele perseverou, não se apartou de Elias até ser Elias arrebatado, e então recebeu da sua unção. Isaías 35.3 Fortalecei as mãos frouxas e firmai os joelhos vacilantes.
Estamos com as mãos frouxas e joelhos vacilantes, temos desistido facilmente do propósito de buscar a plenitude do Espírito Santo?
5º Passo para a plenitude do Espírito Santo em nós é uma firme perseverança
6º passo Vida em Santificação
Josué 3.5 Disse Josué ao povo: Santificai-vos, porque amanhã o SENHOR fará maravilhas no meio de vós.
O povo de Israel, após quarenta anos de peregrinação no deserto (uma geração) o povo que estava com Josué, filho do povo que andou com Moisés, estão no limite da terra prometida, prontos para entrar no lugar que Deus lhes havia preparado. E chegaram ao rio Jordão.
Para conquistar as cidades adiante, a terra prometida, o povo, mais de 2 milhões de pessoas, teria que passar o Jordão. Mas, o rio estava cheio v.15 diz:” 15 e, quando os que levavam a arca chegaram até ao Jordão, e os seus pés se molharam na borda das águas (porque o Jordão transbordava sobre todas as suas ribanceiras, todos os dias da sega),
Santificai-vos – Para Israel ver as bênçãos de Deus deveria santificar-se. Deixar os pecados e preparar-se para ver as bênçãos de Deus. Este era o preço exigido pelo Senhor naquela hora, e também é nas nossas vidas.
O Espírito Santo não habita com o pecado, e para que Le nos encha, devemos nos santificar.
Alguém poderá argumentar dizendo que a santificação é fruto da plenitude, mas ela não é só isso, é também um requisito para a plenitude.
Mas o queremos hoje aqui colocar é a santificação como uma vida que está sendo colocada a parte para que Deus possa enche - lá.
Antes de o povo atravessar o Jordão e entrar na terra prometida o Senhor exigiu que o seu povo se santificasse. Para uma grande bênção exige-se uma grande preparação.
No desafio de Elias aos profetas de Baal, antes do profeta pedir a Deus fogo, colocou o altar em ordem (1 Rs 18.30) .
Nosas vidas , como novas criaturas que somos, não podem mais viver no pecado, estamos no mundo, mas não somos do mundo. É preciso colocar o altar em ordem para que o fogo caia. ( vida) ( casamento) ( família)
Quando começamos a buscar a plenitude do Espírito Santo também começaremos a rever algumas coisas tais como:
· Leituras
· Musicas
· Diversões
· Vestimentas
· Uso do dinheiro
· Amizades
· Lugares que freqüentamos etc.
Conclusão
Ser cheio do Espírito Santo não é mérito nosso. Mas precisamos também estar no lugar onde Deus quer que estejamos para recebermos da plenitude do Espírito Santo. Deus não vai nos encher se vivermos de qualquer forma e fazermos qualquer coisa, mas sim vi nos encher se seguirmos os passos certos para isso.

1º passo: Um total esvaziamento (Rm 7.8 e 21-25)
Precisamos de um total esvaziamento do nosso ego e dos nossos pecados
2º passo : Um total quebrantamento
3º Passo: Uma Plena submissão (Obediência)
4º passo : Uma entrega total ( Deus não aceita um homem inteiro que se entrega pela metade), precisamos ser vencidos por Deus.
5º passo: Uma firme perseverança
Lucas 24.49 Eis que envio sobre vós a promessa de meu Pai; permanecei, pois, na cidade, até que do alto sejais revestidos de poder
6º passo Vida em Santificação
5 Disse Josué ao povo: Santificai-vos, porque amanhã o SENHOR fará maravilhas no meio de vós.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trazendo a Arca da Aliança

Como trarei a mim a arca de Deus? Leonard Ravenhill(1907-1994) foi um escritor e evangelista cristão britânico que focalizava em assuntos como oração e avivamento. É mais conhecido por desafiar a igreja moderna e seu mais notável livro é “Por Que Tarda o Pleno Avivamento?” Através de seu ensino e de seus livros, Ravenhill abordou as disparidades que ele percebia entre a Igreja do Novo Testamento e a Igreja moderna e apelou para a adesão aos princípios do avivamento bíblico, transcrevo um dos capítulos do Livro “Por Que Tarda O Pleno Avivamento: “Na igreja moderna, a reunião de oração é uma espécie de Cinderela. Essa serva do Senhor é desprezada e desdenhada porque não se adorna com as pérolas do intelectualismo, nem se veste com as sedas da Filosofia; nem se acha ataviada com o diadema da Psicologia. Mas se apresenta com a roupagem simples da sinceridade e da humildade, e por isso não tem receio de se ajoelhar. O “mal” da oração é que ela não se acha necessariamente associada a grandes f…

Resgatando os valores perdidos no lar

Lucas 15.8-10
8 Ou qual é a mulher que, tendo dez dracmas, se perder uma, não acende a candeia, varre a casa e a procura diligentemente até encontrá-la?
9 E, tendo-a achado, reúne as amigas e vizinhas, dizendo: Alegrai-vos comigo, porque achei a dracma que eu tinha perdido.10 Eu vos afirmo que, de igual modo, há júbilo diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende.
A parábola (ilustração) da dracma perdida faz parte do conjunto de parábolas que Jesus contou em Lucas 15 para ilustrar o amor de Deus pelos pecadores, a parábola da ovelha perdida, do dracma perdida e do filho pródigo. Nas três parábolas, Deus busca o que estava perdido, encontra o que estava perdido e celebra com grande alegria a recuperação do que estava perdido. Uma Dracma era uma moeda. Observa-se que a mulher descrita é uma camponesa pobre, e as dez moedas de prata, "provavelmente representam a poupança da família." [2] As moedas também poderião ser o dote da mulher, vestida como um ornamento, como u…

Mantendo o fogo de Deus aceso.

1 Samuel 3.1-4
3.1 O jovem Samuel servia ao SENHOR, perante Eli. Naqueles dias, a palavra do SENHOR era mui rara; as visões não eram freqüentes.
2 Certo dia, estando deitado no lugar costumado o sacerdote Eli, cujos olhos já começavam a escurecer-se, a ponto de não poder ver,
3 e tendo-se deitado também Samuel, no templo do SENHOR, em que estava a arca, antes que a lâmpada de Deus se apagasse, 4 o SENHOR chamou o menino: Samuel, Samuel! Este respondeu: Eis-me aqui!
Existia no tabernáculo, onde se adorava a Deus, um candelabro , com sete lâmpadas que deveriam sempre estar acessas. E também havia o altar de holocaustos, onde o fogo não poderia se apagar.
· Ex 27.20“Ordenarás aos filhos de Israel que te tragam azeite puro de oliveiras, batido, para o candeeiro, para manter uma lâmpada acesa continuamente” (Êxodo 27:20). –falando do candelabro
· Lv6 .12 e 13:“O fogo que está sobre o altar arderá nele, não se apagará; mas o sacerdote acenderá lenha nele cada manhã, e sobre ele porá em ordem o h…