Pesquisar este blog

sexta-feira, 21 de agosto de 2009


O caráter da pessoa que Deus usa

1 João 2.12-14

“12 Filhinhos, eu vos escrevo, porque os vossos pecados são perdoados, por causa do seu nome. 13 Pais, eu vos escrevo, porque conheceis aquele que existe desde o princípio. Jovens, eu vos escrevo, porque tendes vencido o Maligno. 14 Filhinhos, eu vos escrevi, porque conheceis o Pai. Pais, eu vos escrevi, porque conheceis aquele que existe desde o princípio. Jovens, eu vos escrevi, porque sois fortes, e a palavra de Deus permanece em vós, e tendes vencido o Maligno. “
Exórdio:
Oswald Chambers escreveu:

“Ninguém nasce com caráter; nós o fazemos. “
Neste texto vemos que há três tipos de pessoas. João menciona crianças, jovens e pais. Para saber qual dos três você é, pode usar o seguinte critério: uma cri¬ança se delicia com o que tem, ou seja, com posses. O jovem se alegra com o que faz, com sua experiência. Um pai se alegra com o que é, em outras palavras, com o caráter.
Temos de nos perguntar onde estamos. Somos crianças que se alegram com o que têm, com suas pos¬ses? Ou ainda estamos nos alegrando com nossas ex¬periências? Nosso desejo deve ser que nos tornemos pais — felizes com o que somos, com o caráter formado. Estou convicto que essa é a grande necessidade da igreja hoje em dia. Precisamos de homens e mulheres de caráter, para causar um impacto por Jesus Cristo nessa socie¬dade em que vivemos.
A palavra de Deus identifica a necessidade de caráter sem mencionar o termo. Paulo, ao escrever a Timóteo e Tito, encarregou-os de escolher líderes nas igrejas. Ele lhes disse que procurassem por homens que "devem ser", e depois passa a explicar o que é isso.
Tt 1.5-8
“Por esta causa, te deixei em Creta, para que pusesses em ordem as coisas restantes, bem como, em cada cidade, constituísses presbíteros, conforme te prescrevi:
1.6 alguém que seja irrepreensível, marido de uma só mulher, que tenha filhos crentes que não são acusados de dissolução, nem são insubordinados. 1.7 Porque é indispensável que o bispo seja irrepreensível como despenseiro de Deus, não arrogante, não irascível, não dado ao vinho, nem violento, nem cobiçoso de torpe ganância; 1.8 antes, hospitaleiro, amigo do bem, sóbrio, justo, piedoso, que tenha domínio de si,”
Nosso problema é que tomamos o "deve ser" da Escritura e o substituímos por "seria bom se fosse..." "Seria bom se os líderes fossem assim e assim." Do que Paulo está falando quando diz que os líderes "de¬vem ser"? Ele está falando de caráter. A Bíblia, quando diz como eles "devem ser", está falando de caráter.
Tema: O caráter da pessoa que Deus usa
Vejamos alguns exemplos Bíblicos:
1º )Israel- um caráter despreparado
Êxodo 13.17,18
13.17 Tendo Faraó deixado ir o povo, Deus não o levou pelo caminho da terra dos filisteus, posto que mais perto, pois disse: Para que, porventura, o povo não se arrependa, vendo a guerra, e torne ao Egito. 13.18 Porém Deus fez o povo rodear pelo caminho do deserto perto do mar Vermelho; e, arregimentados, subiram os filhos de Israel do Egito.

Vemos que, "quando o rei deixou que o povo israelita saísse do Egito, Deus não os levou pelo caminho que vai pelo país dos filisteus, embora fosse o mais curto. Deus pensou assim: 'Não quero que os israelitas mudem de idéia e voltem para o Egito, quando virem que terão de guerrear.' Por isso Deus fez que o povo desse uma volta pelo caminho do deserto, na direção do mar Vermelho. Os israelitas saíram do Egito armados para guerrear."
Acho interessante este texto. Deus conhecia o seu povo. Ele sabia que não tinham a força interior para com¬bater na guerra. Não tinham o caráter para enfrentar batalhas. Por isso ele os levou por um caminho diferen¬te, mais longo, onde não teriam de lutar. Mesmo assim, os israelitas saíram armados.
O que isto quer dizer? Creio que eles tinham os apetrechos materiais necessários à guerra: espadas, es¬cudos etc. Mas não tinham o caráter interior necessário para enfrentar a guerra.
Não acontece a mesma coisa hoje em dia? Nós temos as formas exteriores para o serviço no exército do Senhor. Há pessoas que tem nossos diplomas, cursos, graus, mas não teem o caráter interior necessário para a batalha, para a guerra invisível que se enfrenta.
Qual tem sido o resultado? Temos visto pessoas sair para a guerra, que em pouco tempo estão de volta e desistem do seu chamado. Elas descobriram que é preciso ter mais do que apenas os emblemas exteriores; é preciso ter caráter para a batalha.

2º) Davi – Um caráter segundo o coração Deus.
1 Samuel 16.7.
“Porém o SENHOR disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a sua altura, porque o rejeitei; porque o SENHOR não vê como vê o homem. O homem vê o exterior, porém o SENHOR, o coração. “
Nós olhamos sempre primeiro para o exterior. Deus disse a Samuel: "Não se impressione com a apa¬rência nem com a altura deste homem. Eu o rejeitei por¬que não julgo como as pessoas julgam. Elas olham para a aparência, mas eu vejo o coração" (1 Samuel 16.7).
Até Samuel estava olhando o exterior, Quando vira o filho mais velho de Jessé, pensara: "É este." Mas Deus o repreendeu com as palavras que lemos. Lendo o texto todo, parece que ninguém sequer pensou em Davi. Ele era jovem, estava cuidando das ovelhas, não chamava a atenção. Mas era ele quem Deus escolhera. O que Deus viu nele? Aparência? Inteligência? Formação? Não! Deus viu um coração com caráter.
Davi, tá no campo, sozinho com Deus, estava pas¬sando pelo processo que leva para formar o caráter. Ca¬ráter não se cria em um tubo de ensaio, não se aprende em sala de aula, não se adquire lendo um livro sobre o assunto. O caráter é desenvolvido nas dificuldades e pressões da vida. Ele estava sendo preparado para ser o principe de Israel, pois no seu coração Deus era o Rei de Israel.

3º)SALUM – UM CARÁTER DESAPROVADO
“11 Porque assim diz o SENHOR acerca de Salum, filho de Josias, rei de Judá, que reinou em lugar de Josias, seu pai, e que saiu deste lugar: Jamais tornará para ali. 22.12 Mas no lugar para onde o levaram cativo morrerá e nunca mais verá esta terra. 22.13 Ai daquele que edifica a sua casa com injustiça e os seus aposentos, sem direito! Que se vale do serviço do seu próximo, sem paga, e não lhe dá o salário; 22.14 que diz: Edificarei para mim casa espaçosa e largos aposentos, e lhe abre janelas, e forra-a de cedros, e a pinta de vermelhão. 22.15 Reinarás tu, só porque rivalizas com outro em cedro? Acaso, teu pai não comeu, e bebeu, e não exercitou o juízo e a justiça? Por isso, tudo lhe sucedeu bem. 22.16 Julgou a causa do aflito e do necessitado; por isso, tudo lhe ia bem. Porventura, não é isso conhecer-me? — diz o SENHOR.
Aqui também vemos o que é exterior tomar prece¬dência sobre o interior. Salum está construindo um pa¬lácio para si, "com quartos espaçosos no andar de cima." Garanto que era impressionante. Mas também nessa his-tória se faz uma pergunta muito interessante, que eu que¬ro comentar: "Será que você é rei só porque constrói ca¬sas forradas de cedro?" — Qual é a implicação? (vrs 15-15 Reinarás tu, só porque rivalizas com outro em cedro? Ou “Você acha que acumular cedro faz de você um rei?-NVI”)
Creio que é a mesma de que falamos antes. Nos¬sa tendência é achar que aquilo que conta é o exterior. Nossa aparência, nossa maneira de falar, nossas pos¬ses, nossas realizações etc. Um palácio impressionan¬te não faz do seu dono um rei. Para ser rei é preciso ter as qualidades de um rei.

4º )OS DISCÍPULOS - CARÁTER EM EVIDÊNCIA
Mt 5.2:
“e ele passou a ensiná-los, dizendo:”
Mt 7.28:
“Quando Jesus acabou de proferir estas palavras, estavam as multidões maravilhadas da sua doutrina;”
Jesus escolheu doze homens para estarem com ele. Era a eles que Jesus confiaria o ministério. Vemos na Bíblia que eles não eram pessoas instruídas. Eram da Galiléia, e não da capital. Eles não teriam sido acei¬tos em muitas agências missionárias hoje em dia. Seri¬am rejeitados porque não tinham os diplomas ou cur¬sos certos. Porém Jesus os admitiu e começou a ensi¬nar-lhes o que era importante.
Um dos maiores sermões já pregados foi o ser¬mão do Monte. Lemos em Mateus 5.2 que Jesus come¬çou a ensinar os seus discípulos. E veja 7.28: "Quando Jesus acabou de falar, a grande multidão estava admi¬rada com a sua maneira de ensinar." Estamos diante de algo que é muito importante: Jesus estava ensinan¬do os seus discípulos, mas a multidão, o mundo, estava ouvindo. A multidão sabia o que Jesus estava ensinan¬do aos seus discípulos e, por isso, também saberia se os discípulos estavam ou não seguindo os seus ensi¬nos.
Não é este um problema que temos hoje em dia? A multidão,'o mundo, olha para a igreja, o corpo de Cris¬to. Como as pessoas não vêem a realidade do ensino de Jesus — o seu caráter — em nossa vida, elas não aceitam nossa mensagem.
Em João 1.14 diz: Aquele que é a Palavra tornou-se carne e viveu entre nós. Vimos a sua glória, glória como do Unigênito vindo do Pai, cheio de graça e de verdade. NVI Aqui diz "vimos". A distinção é importante. Nós queremos que as pessoas ouçam, mas elas querem ver. E o que vêem? Será que vêem o cará¬ter de Cristo desenvolvendo-se em nós?
Deus não ficou no céu e de lá gritou para nós qual era seu plano da salvação. Não! Ele veio à terra. Tor¬nou-se humano, como nós, e pudemos contemplá-lo. Pudemos ver.
Quando nosso caráter está em evidência:As pessoas olham nossa vida:
Chama a atenção que o que segue às bem-aventuranças, ou ao caráter, é influência: "Vocês são o sal para a humanidade; mas, se o sal perde o gosto, deixa de ser sal e não serve para mais nada. É jogado fora e pisado pelos que passam. Vocês são a luz para o mundo todo. Não se pode esconder uma cidade construída sobre um monte. Ninguém acende uma lamparina para pôr debaixo de um cesto. Ao contrário, ela é colocada no lugar próprio para que ilumine todos os que estão na casa. Assim também a luz de vocês deve brilhar para que os outros vejam as coisas boas que vocês fazem e louvem o Pai que está no céu" (Mateus 5.13-16).
O caráter se expressa na conduta. Que conduta queremos ter? Nós devemos ser sal e luz do mundo. Entretanto, sabemos que muitas vezes isto não está acontecendo na igreja hoje em dia. Perdemos nosso testemunho. Tornamo-nos uma instituição social ou fi¬lantrópica.
Como perdemos o nosso testemunho?
Quando assumirmos a forma do mundo;
Quando não gostamos da casa de Deus
Quando achamos normal o que todo mundo diz que é normal: o pecado
Quando vivemos uma religião de aparências, mas nosso coração está longe de Deus
Quando percebemos que ser evangélico se tornou mais um modismo, do que um padrão de conduta.
Hoje não quase não se distingue mais um crente de um incrédulo; os dois se comportam da mesma forma. “falam as mesmas coisas, contam as mesmas piadas sujas, não dão importância para a estabilidade familiar”
Nós deveríamos ser a consciência moral da nos¬sa nação, mas não é isso o que acontece. A igreja de hoje não impõe muito respeito. Tornamo-nos uma voz à qual ninguém dá atenção. Perdemos o respeito. Por quê? Não existe outro caráter como o daquele que di¬zemos estar seguindo. Queremos que as pessoas nos ouçam, mas elas querem ver. E o que elas vêem?

Mas ainda há crentes , aqui , que fazem a diferença? Que tem o seu caráter em evidênvia?
OS SOFRIMENTOS TEM EFEITO NA FORMAÇÃO DE NOSSO CARÁTER:
(Romanos 5.3-5).
3 E não somente isto, mas também nos gloriamos nas próprias tribulações, sabendo que a tribulação produz perseverança; 5.4 e a perseverança, experiência; e a experiência, esperança. 5.5 Ora, a esperança não confunde, porque o amor de Deus é derramado em nosso coração pelo Espírito Santo, que nos foi outorgado.
A palavra grega para tribulações é thlipsis. É uma palavra antiga que era usada para certa maneira de castigar alguém que tivesse cometido um crime. Deita¬va-se o preso no chão e punha-se pesos sobre o seu peito até que ele morresse esmagado. Isso é o que se chamava de thlipsis.
Na passagem acima, Paulo diz que se alegra em sua thlipsis — sua pressão. Por quê? A palavra chave na passagem é "sabendo". Paulo sabia que a pressão produz paciência ou perseverança, a perseverança pro¬duz caráter(experiência) e este, esperança.
É dessa maneira que Deus forma em nós o cará¬ter que ele quer. Ele o faz por meio das tremendas pro¬vações de que Tiago falou:
(Tiago 1.2-5).
Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações,
1.3 sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança.
1.4 Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes. 1.5 Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida.
Deus não nos permite mais do que podemos suportar, mas ele nos conduz pelas aflições para queimar a es¬cória de modo que apareça o ouro puro da fé.

POR QUÊ?
Por meio de Tiago, Deus diz que, ao passarmos pelas provações, podemos pedir por sabedoria. Se você não sabe o que o Senhor está fazendo, pode perguntar. Ele lhe mostrará o que quer fazer em sua vida, para que você brilhe com o caráter de Cristo.
Jesus disse: "Eu afirmo a vocês que, se o grão de trigo não for lançado na terra e não morrer, ele conti¬nuará a ser apenas um grão. Mas, se morrer, dará muito trigo" (João 12.24). E Paulo disse: "Todos os dias mor¬ro, irmãos; isso digo pelo orgulho que tenho de vocês em Cristo Jesus nosso Senhor" (1 Coríntios 15.31, NVI). E, mais tarde: "Em nós atua a morte; mas em vocês, a vida" (2 Coríntios 4.12).
Martinho Lutero, o grande reformador, disse: "Deus cria do nada; portanto, enquanto a pessoa não for nada, Deus não pode fazer nada dela."

Conclusão
Oswald Chambers
“Ninguém nasce com caráter; nós o fazemos. “
Na verdade, quem tem que nos desfazer, e fazer novamente o nosso caráter é Deus.
João menciona crianças, jovens e pais.
Temos de nos perguntar onde estamos. Somos crianças que se alegram com o que têm, com suas pos¬ses? Ou ainda estamos nos alegrando com nossas ex¬periências? Nosso desejo deve ser que nos tornemos pais — felizes com o que somos, com o caráter formado. Estou convicto que essa é a grande necessidade da igreja hoje em dia. Precisamos de homens e mulheres de caráter, para causar um impacto por Jesus Cristo nessa socie¬dade em que vivemos.
O caráter da pessoa que Deus usa
Vimos alguns exemplos Bíblicos:
1º )Israel- um caráter despreparado
2º) Davi – Um caráter segundo o coração Deus.
3º)SALUM – UM CARÁTER DESAPROVADO
4º )OS DISCÍPULOS - CARÁTER EM EVIDÊNCIA
Somos discipulos,
Nosso caráter está em evidência, e Deus está trabalhando e nos preparando para nos usar.


Baseado em Frank Dietz - A pessoa que Deus Usa: "Caráter"

Nenhum comentário:

Postar um comentário