Pular para o conteúdo principal


ESGOTAMENTO ESPIRITUAL

"A cana trilhada não quebrará, nem apagará o pavio que fumega; em verdade, produzirá o juízo." Isaías 42: 3

Do momento em que aceitamos ao Senhor Jesus como nosso Salvador até o nosso último momento na Terra, a nossa vida cristã deve ser uma constante ascendente. "Mas a vereda do justo é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito." Provérbios 4: 18 .
Deus tem nos chamado, nos desafiado a vivermos sempre em crescimento espiritual. Nem sempre estamos crescendo; antes, estamos estagnados ou até mesmo retrocedendo.
No entanto, Deus conhece a nossa estrutura, entende as nossas dificuldades, dúvidas, etc. Ele nos entende porque Ele mesmo já passou por tudo o que passamos.
Em 874 a.C., levanta-se ao trono de Israel, Acabe, que foi o pior rei que o reino do Norte já teve. A bíblia diz que "ninguém fora como Acabe, que se vendera para fazer o que era mau aos olhos do Senhor, porque Jezabel, sua mulher, o incitava." (I Re 21: 25).
Mas, em resposta a isso, o Senhor levanta o maior profeta que o reino do Norte já viu; Elias, o tesbita.
A Palavra nos diz: "Então, Elias, o tesbita, dos moradores de Gileade, disse a Acabe: Então, Elias, o tesbita, dos moradores de Gileade, disse a Acabe: Tão certo como vive o SENHOR, Deus de Israel, perante cuja face estou, nem orvalho nem chuva haverá nestes anos, segundo a minha palavra. I Reis 17: 1
Interessante lembrarmos que Acabe não somente foi tolerante com a idolatria, mas instituiu o culto a Baal, deus fenício controlador das chuvas, em Israel, e quando Elias fala esta palavra a Acabe, ele está confrontando diretamente o poderio de Baal.
A história de Elias é uma das mais conhecidas da Bíblia. O famoso desafio de Elias aos quatrocentos e cinqüenta profetas de Baal no cume do monte Carmelo é uma das mais conhecidas do Antigo Testamento.
Os profetas de Baal clamaram ao seu deus e não obtiveram resposta. Depois disso, Elias repara o altar do Senhor, divide o bezerro em pedaços, derrama sobre o holocausto doze cântaros com água e clama ao Senhor que responde por fogo. O povo de Israel, vendo isso, se prosta e diz que só o Senhor é Deus! Após isso, o profeta institui a matança dos profetas de Baal. Porém depois de tudo isso, o profeta tão forte, sente-se fraco e esgotado, caí e mu m esgotamento espiritual. Vejamos agora o que identificou o esgotamento espiritual na vida desse profeta. Nesta reflexão veremos três sintomas de esgotamento espiritual.

Veja a continuação desta história:

"E Acabe fez saber a Jezabel tudo quanto Elias havia feito e como totalmente matara todos os profetas à espada. Então, Jezabel mandou um mensageiro a Elias, a dizer-lhe: Assim façam os deuses e outro tanto, se decerto amanhã a estas horas não puser a tua vida como a de um deles." I Reis 19: 1,2

O homem de Deus ouve um outro desafio, sendo que agora de Jezabel, só que ao invés de Elias enfrentar o desafio da rainha de Israel como o fizera com os profetas de Baal, toma a seguinte atitude que identifica o primeiro sintoma de esgotamento espiritual que ele estava vivendo:

1º SINTOMA: FUGA. "O que vendo ele, se levantou, e, para escapar com vida, se foi, e veio a Berseba, que é de Judá, e deixou ali o seu moço." I Reis 19: 3

ELIAS FOGE. Por que? Porque está esgotado espiritualmente. Esta, portanto, é a primeira característica de alguém que está esgotado espiritualmente: FUGA. O homem de Deus vai a Berseba que é a cidade mais ao sul do reino do Sul; Judá, onde Jezabel não poderia encontrá-lo.

"Porque Deus não nos deu o espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação." II Timóteo 1: 7
Deus é conosco para nos livrar!
2º SINTOMA: DESEJO DE MORRER;
"E ele se foi ao deserto, caminho de um dia, e veio, e se assentou debaixo de um zimbro; e pediu em seu ânimo a morte e disse: Já basta, ó Senhor; toma agora a minha vida, pois não sou melhor do que os meus pais." I Reis 19: 4
Não falamos propriamente da morte física, mas a morte espiritual. Como? Alguém esgotado espiritualmente pensa que a sua caminhada já acabou, que o seu ministério já chegou ao fim, que a obra que Deus tem para fazer na sua vida e aquilo que Ele quer já se concluiu.
Deus quer restaurar o seu ministério! Não faça como Elias que desejou a morte; antes, grande é o chamado que o Senhor ainda tem contigo.
3º SINTOMA :SONO (DORMIR)
"E deitou-se e dormiu debaixo de um zimbro..." I Reis 19: 5ª
Para Elias, não existia mais nada a fazer, senão dormir, e é assim que muitas pensamos, achando que nossas vidas perderam o sentido, e já estamos derrotados. Só basta-nos dormir, e esperar a morte chegar. Mas o nosso ministério não acabou e Deus quer restaurá-lo. Vemos que Deus toma atitudes em relação ao esgotamento espiritual .
As três ordens de Deus
Em resposta ao esgotamento espiritual de Elias, o Senhor lhe dá três ordens.
1ª Ordem : Levanta-te
"...e eis que, então, um anjo o tocou e lhe disse: levante-te I Reis 19: 5b
"E disse-me: Filho do homem, põe-te em pé, e falarei contigo." Ezequiel 2: 1
Toda vez que lemos na Bíblia, o Senhor mandando alguém se levantar é porque Ele quer que esta pessoa esteja na posição correta para ser usado. Deus nos diz também para levantarmos e nos colocarmos na posição que Ele quer para nós. Se não temos mais lido a Palavra, se não temos mais buscado ao Senhor como antes, se não temos mais nos dedicado à oração; o Espírito do Senhor ministra ao nosso espírito: levante-se e coloque-se na posição que Eu quero te usar na minha obra. Levanta-te!
2ª Ordem de Deus :“ COME." I Reis 19: 5c
A segunda ordem de Deus a Elias é comer. Mas comer o quê? “ A palavra de Deus é nosso alimento espiritual” A Palavra do Senhor. A própria palavra nos manda que voltemos a comê-la. Deus ministra que tenhamos um conserto com a sua Lei.
Na história da Igreja, sempre que o povo de Deus redescobria a Bíblia, como conseqüência havia avivamento. Ao mesmo tempo em que nos afastamos dos mandamentos do Senhor, nos afastamos também dEle. No entanto, quando nos voltamos para a Palavra, quando a Igreja de Jesus retorna à Bíblia, Deus manifesta-se no meio do seu povo.
"Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade." João 17: 17
"Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem a Pai, senão por mim." João 14: 6
O senhor Jesus é a personificação da Palavra do Senhor. Definitivamente, Deus quer que voltemos à sua Palavra. Quanto tempo tem sido gasto com outras coisas que não a Lei de Deus!?
3ª ordem de Deus: Vem para fora:
"Ali entrou numa caverna, onde passou a noite. E lhe veio a palavra do Senhor, dizendo: Que fazes aqui, Elias? Vem para fora e põe-te neste monte perante a face do Senhor, pois ele vai passar." I Reis 19: 9 e 11a
Elias foi a Horebe, o monte de Deus, mas ao invés de se colocar perante Ele, entrou em uma caverna. No entanto, Deus lhe perguntou: "Que fazes aqui, Elias?"
Caverna não é lugar de profeta, de atalaia, de filho de Deus! O Senhor lhe diz: "O que fazes na caverna? Vem para fora porque Eu ainda quero lhe usar!" Saia da caverna do medo, dos problemas. Deus te chama! "Elias, vem para fora!" Coloque o seu nome no lugar do de Elias.
Se você se sente como Elias, dizendo: Senhor, eu não tenho mais forças! Eu não consigo mais caminhar. Agora, eu só quero deitar e dormir. Se você tem estado na caverna, o Senhor ministra ao teu espírito: Saia da caverna e vem para fora!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trazendo a Arca da Aliança

Como trarei a mim a arca de Deus? Leonard Ravenhill(1907-1994) foi um escritor e evangelista cristão britânico que focalizava em assuntos como oração e avivamento. É mais conhecido por desafiar a igreja moderna e seu mais notável livro é “Por Que Tarda o Pleno Avivamento?” Através de seu ensino e de seus livros, Ravenhill abordou as disparidades que ele percebia entre a Igreja do Novo Testamento e a Igreja moderna e apelou para a adesão aos princípios do avivamento bíblico, transcrevo um dos capítulos do Livro “Por Que Tarda O Pleno Avivamento: “Na igreja moderna, a reunião de oração é uma espécie de Cinderela. Essa serva do Senhor é desprezada e desdenhada porque não se adorna com as pérolas do intelectualismo, nem se veste com as sedas da Filosofia; nem se acha ataviada com o diadema da Psicologia. Mas se apresenta com a roupagem simples da sinceridade e da humildade, e por isso não tem receio de se ajoelhar. O “mal” da oração é que ela não se acha necessariamente associada a grandes f…

Resgatando os valores perdidos no lar

Lucas 15.8-10
8 Ou qual é a mulher que, tendo dez dracmas, se perder uma, não acende a candeia, varre a casa e a procura diligentemente até encontrá-la?
9 E, tendo-a achado, reúne as amigas e vizinhas, dizendo: Alegrai-vos comigo, porque achei a dracma que eu tinha perdido.10 Eu vos afirmo que, de igual modo, há júbilo diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende.
A parábola (ilustração) da dracma perdida faz parte do conjunto de parábolas que Jesus contou em Lucas 15 para ilustrar o amor de Deus pelos pecadores, a parábola da ovelha perdida, do dracma perdida e do filho pródigo. Nas três parábolas, Deus busca o que estava perdido, encontra o que estava perdido e celebra com grande alegria a recuperação do que estava perdido. Uma Dracma era uma moeda. Observa-se que a mulher descrita é uma camponesa pobre, e as dez moedas de prata, "provavelmente representam a poupança da família." [2] As moedas também poderião ser o dote da mulher, vestida como um ornamento, como u…

Mantendo o fogo de Deus aceso.

1 Samuel 3.1-4
3.1 O jovem Samuel servia ao SENHOR, perante Eli. Naqueles dias, a palavra do SENHOR era mui rara; as visões não eram freqüentes.
2 Certo dia, estando deitado no lugar costumado o sacerdote Eli, cujos olhos já começavam a escurecer-se, a ponto de não poder ver,
3 e tendo-se deitado também Samuel, no templo do SENHOR, em que estava a arca, antes que a lâmpada de Deus se apagasse, 4 o SENHOR chamou o menino: Samuel, Samuel! Este respondeu: Eis-me aqui!
Existia no tabernáculo, onde se adorava a Deus, um candelabro , com sete lâmpadas que deveriam sempre estar acessas. E também havia o altar de holocaustos, onde o fogo não poderia se apagar.
· Ex 27.20“Ordenarás aos filhos de Israel que te tragam azeite puro de oliveiras, batido, para o candeeiro, para manter uma lâmpada acesa continuamente” (Êxodo 27:20). –falando do candelabro
· Lv6 .12 e 13:“O fogo que está sobre o altar arderá nele, não se apagará; mas o sacerdote acenderá lenha nele cada manhã, e sobre ele porá em ordem o h…