Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2009

O fogo do Batismo com o Espírito Santo

O Fogo do Batismo com o Espírito SantoEm Lucas 3.16 lemos: "disse João a todos: Eu, na verdade, vos batizo com água, mas vem o que é mais poderoso do que eu, do qual não sou digno de desatar-lhe as correias das sandálias; ele vos batizará com o Espírito Santo e com fogo".

Edwin Orr, pregador evangélico do Séc XX, certa vez quando estava pregando disse:"Não importa a quantidade de água que vocês usam no batismo, porque a língua do batizando continuará seca. É necessário receber um batismo de fogo, porque a água lava o exterior, mas o fogo penetra e purifica o interior. O fogo depura as entranhas, o fogo queima por dentro.” Depois acrescentou :-“Vocês precisam desse batismo de fogo”.
Na Bíblia vemos várias vezes Deus usando a figura do fogo:
• Apareceu a Moisés em uma Sarça em Fogo, que não se consumia.
• Conduziu o povo de Israel pelo deserto quarenta anos, nas noites escuras , em uma coluna de fogo.
• No tabernáculo existia um fogo que não poderia ser apagado.

Deus muitas vez…
Mudando situações impossíveis!

Cremos que não há impossíveis para Deus.Com Deus todas as coisas são possíveis!
A história do livro de Ezequiel acontece durante os primeiros anos do exílio babilônico (593-571 a.C.). Nabucodonosor levou cativos os judeus de Jerusalém para a Babilônia em três etapas:
em 605 a.C.,
Jovens judeus escolhidos foram deportados para Babilônia, entre eles Daniel e seus três amigos;
em 597 a.C.,
10.000 cativos foram levados à Babilônia, estando Ezequiel entre eles;
em 586 a.C.
As forças de Nabucodonosor destruíram totalmente a cidade e o templo, e a maioria dos sobreviventes foi transportada à Babilônia.
O ministério profético de Ezequiel ocorreu durante a hora mais tenebrosa da história do AT. Ezequiel, cujo nome significa “Deus fortalece” era de família sacerdotal (1.3) e passou os vinte e cinco primeiros anos da sua vida em Jerusalém. Estava se preparando para o trabalho sacerdotal do templo quando foi levado prisioneiro à Babilôni…
JUGO DESIGUAL R David Jones - Adptado

É comum ouvirmos expressões como as a seguir:

"Na igreja não há bons rapazes para se namorar”.
“As meninas são muito inconstantes”.
“Meu(minha) namorado(a) não é crente, mas é mais cristão(ã) do que muitos crente que conheço”.
“Já procurei mas não encontrei ninguém que me atraia na igreja”.
“Ele(a) é super compreensivo, e não me impede de viver a minha fé”.
“Eu tenho certeza que ele(a) se converterá futuramente”.
“Eu conheço um casal que casou em jugo desigual, mas depois ele(a) se converteu e hoje vivem felizes na igreja”.

“Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?” (2 Coríntios 6:14)
Na expressão "jugo desigual" há uma figura de linguagem que se baseia na forma em que animais são emparelhados e atrelados para puxar uma carroça ou arado na agricultura primitiva.

O jugo, que talvez conheçamos melhor por canga, é uma peça de madeira assentada so…
O caráter da pessoa que Deus usa

1 João 2.12-14

“12 Filhinhos, eu vos escrevo, porque os vossos pecados são perdoados, por causa do seu nome. 13 Pais, eu vos escrevo, porque conheceis aquele que existe desde o princípio. Jovens, eu vos escrevo, porque tendes vencido o Maligno. 14 Filhinhos, eu vos escrevi, porque conheceis o Pai. Pais, eu vos escrevi, porque conheceis aquele que existe desde o princípio. Jovens, eu vos escrevi, porque sois fortes, e a palavra de Deus permanece em vós, e tendes vencido o Maligno. “
Exórdio:
Oswald Chambers escreveu:

“Ninguém nasce com caráter; nós o fazemos. “
Neste texto vemos que há três tipos de pessoas. João menciona crianças, jovens e pais. Para saber qual dos três você é, pode usar o seguinte critério: uma cri¬ança se delicia com o que tem, ou seja, com posses. O jovem se alegra com o que faz, com sua experiência. Um pai se alegra com o que é, em outras palavras, com o caráter.
Temos de nos perguntar onde estamos. Somos crianças que se alegram com o que…

Encontrando vitórias em meio as decepções da vida

Encontrando vitórias em meio as decepções da vida
Gn 39.20-21
20 E o senhor de José o tomou e o lançou no cárcere, no lugar onde os presos do rei estavam encarcerados; ali ficou ele na prisão.
21 O SENHOR, porém, era com José, e lhe foi benigno, e lhe deu mercê perante o carcereiro;

Quando nossas expectativas são frustradas, encontramos a chamada decepção.
Quando esperávamos que um acontecimento em nossas vidas trouxesse alegria, e isso não acontece encontramos a decepção. Quando esperamos algo bom de alguém, esta pessoa nos corresponde com coisas ruins, mais uma vez somos confrontados com a decepção. E quem nunca se decepcionou ? Quem nunca se sentiu frustrado, desapontado?
A decepção é um dos sentimentos que mais encontramos em um mundo falho e cheio de pecado. E sempre quando colocamos a nossa esperança em pessoas, situações, governantes e em nós mesmos podemos encontrá-la
Algumas vezes a vida está boa, achamos que já superamos todas as adversidades que já poderiam ter nos ocorrido, estam…
Não há pão na Casa do Pão
Migalhas no chão e prateleiras vazias
A presença de Deus tem deixado de ser prioridade na Igreja moderna. Estamos como padarias abertas, mas que não têm pão. Além disto, não estamos, realmente, interessados em vender pão. Apenas gostamos do bate-papo ao redor dos fornos frios e prateleiras vazias. Na verdade, fico imaginando, será que ao menos sabemos se o Senhor está aqui ou não. E se está, o que Ele está fazendo? Onde Ele está indo? Ou será que estamos preocupados demais em varrer as migalhas imaginárias das padarias sem pão?
Será que sabemos, pelo menos, quando Ele está na cidade?
No dia em que Jesus realizou o que chamamos de Entrada triunfal em Jerusalém, montado em um jumento, Seu trajeto através da cidade, provavelmente, o fez passar perto da porta do templo de Herodes. Acredito que o que deixou os fariseus indignados, na passagem registrada em João 12, foi a perturbação de seu culto religioso dentro do templo.
Posso ouvi-los reclamando: “O que está acontec…
O que aconteceu com o pão?
A placa ainda está lá. Ainda levamos as pessoas às nossas igrejas e mostramos a elas os fornos onde costumávamos assar o pão. Os fornos ainda estão no lugar e tudo mais, mas o que encontramos são migalhas da última visitação e da última grande onda de avivamento, sobre a qual os nossos antecessores nos contaram. Agora nos limitamos a ser meros pesquisadores daquilo que esperamos experimentar um dia. Estou, constantemente, lendo sobre avivamento. Um dia desses, Deus me assegurou: "Filho, você está lendo sobre isto porque não teve ainda uma experiência para escrever”.
Estou cansado de ler sobre as últimas visitações de Deus. Quero que Deus se manifeste em algum lugar da minha existência para que, no futuro, meus filhos possam dizer: "Estivemos lá. Nós sabemos: é verdade!" Deus não tem netos. Cada geração deve experimentar Sua presença. O conhecimento não deveria tomar o lugar da experiência.
Os efeitos do pão de volta ao seu lugar
Duas coisas aconte…